Clique no título para ler as matérias na íntegra

Edição 84 – 16/5/2022

Categoria ainda aguarda esclarecimentos sobre proposta “ioiô”; greve segue

A categoria ainda espera esclarecimentos por parte do presidente do BC, Roberto Campos Neto, sobre as idas e vindas (ioiô) da proposta enviada – e logo depois retirada – ao Ministério da Economia na última semana. Permanece também a repercussão negativa sobre a ausência no texto da minuta divulgada de pontos muito importantes da pauta reivindicatória dos servidores, como a proporcionalidade de 60% dos subsídios dos Técnicos em relação aos Analistas. Uma vez que tal minuta foi retirada, os servidores aguardam ainda que a direção da Autarquia apresente uma proposta formal de encaminhamento às demandas. Vale lembrar que o SINAL,


Edição 83 – 13/5/2022

Entre idas e vindas, certeza é de que a mobilização precisa ser intensificada

A quinta-feira, 12 de maio, foi marcada por idas e vindas acerca da proposta de Reestruturação de Carreira que foi enviada ao Ministério da Economia, e depois retirada, pelo Banco Central. Em meio à repercussão do tema, ainda cercado de indefinições, fato é que a nossa greve continua e precisa crescer em engajamento, pois o prazo é curto para uma definição, principalmente no que se refere à questão remuneratória, e ainda não há nada de concreto. Para discutir este e outros temas ligados à nossa mobilização, logo mais, às 14h, haverá Assembleia Geral Nacional (AGN) não deliberativa. Confira o link


PEC 63/2013: SINAL busca assinaturas necessárias para registro de emenda; reforce, você também, esta mobilização

O SINAL promoveu um esforço concentrado nos últimos dias no Senado Federal, em busca de assinaturas para registro da emenda (veja aqui) que insere os servidores do BC na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 63/2013. A matéria, conhecida como “PEC dos quinquênios”, reinstitui a “parcela mensal de valorização por tempo de exercício”. Até aqui, das 27 assinaturas necessárias à emenda, apresentada pelo senador Rogério Carvalho (PT/SE), foram alcançadas 18 (confira a lista com nomes que já assinaram no fim do texto). Portanto, ainda é necessário avançar e você pode ajudar neste trabalho, solicitando o apoio dos senadores via e-mail, através


Edição Extraordinária – 12/5/2022

AGN não deliberativa de hoje está suspensa

Comunicamos a suspensão da Assembleia Geral Nacional (AGN) virtual não deliberativa, que estava marcada para as 14h de hoje. O cancelamento se dá devido à reunião que ocorre agora entre representantes do SINAL, do SinTBacen e da ANBCB e o Departamento de Gestão de Pessoas, Educação, Saúde e Organização (Depes) do Banco Central. Mais informações sobre o tema no boletim Interação e na próxima edição do Apito Brasil.


Edição 82 – 12/5/2022

Ou intensificamos a luta, ou ficaremos para trás

O fortalecimento da luta nunca se fez tão urgente quanto agora. O prazo apertado para uma definição acerca do reajuste salarial dos servidores e os avanços conseguidos pelos servidores da Polícia Federal mostram que se não intensificarmos as ações, ficaremos para trás, aumentado assim as assimetrias com carreiras congêneres. Vale lembrar que a janela de oportunidade, devido às restrições legais, está aberta agora, mas próxima a se fechar para nós. Caso não haja uma recomposição em 2022, nova possibilidade se dará apenas com vistas a 2024. Isso sem citar a pauta não salarial, sobre a qual ainda são necessários muitos


Edição 81 – 11/5/2022

Greve está mantida; momento de recrudescer a mobilização é agora

A greve está mantida! Em Assembleia Geral Nacional (AGN) nesta terça-feira, 10 de maio, os servidores do Banco Central reafirmaram a disposição à luta e decidiram continuar de braços cruzados pela Reestruturação de Carreira com reajuste salarial. E neste momento o engajamento de toda a categoria é imprescindível, uma vez que, de acordo com veículos da grande imprensa, o governo deve decidir sobre o reajuste dos servidores públicos até o próximo dia 22. Ocorre que devido aos prazos legais, em face do ano eleitoral, o Executivo precisa dar celeridade à questão, de modo a garantir “segurança jurídica”, conforme destaca O


PEC 63/2013: Alô, Parlamentar!

Tramita no Senado Federal a Proposta de Emenda à Constituição 63/2013, conhecida como “PEC dos quinquênios”, que reinstitui a “parcela mensal de valorização por tempo de exercício”. Em parceria com o SinTBacen e a ANBCB, o SINAL produziu uma emenda (veja aqui) ao texto da matéria, que foi apresentada pelo senador Rogério Carvalho (PT/SE), com o objetivo de assegurar aos servidores do Banco Central o direito à parcela. A inclusão do corpo funcional da Autarquia na referida PEC é importante, dentre outros pontos, para evitar o agravamento de assimetrias remuneratórias com carreiras congêneres. Para que a Emenda seja registrada e discutida


Vídeo: o Banco Central é fruto do trabalho de diferentes gerações

Novo vídeo produzido pelo SINAL ressalta a importância de cada servidor ao longo das quase seis décadas de existência do Banco Central do Brasil. “Durante todo esse tempo, milhares de servidores vêm ajudando a construí-lo e a fazer dele uma referência para os brasileiros”, destaca trecho da peça. Assista abaixo. Gostou do vídeo? Compartilhe com seus contatos. Tem comentários, dúvidas ou sugestões sobre a publicação ou outros temas relacionados ao trabalho do Sindicato? Mande e-mail para mudarosinal@sinal.org.br.


Edição 80 – 10/5/2022

AGN às 14h de hoje indicará continuidade da mobilização; participe!

O SINAL convoca você, servidor do Banco Central, a participar da deliberação sobre o futuro da luta pela Reestruturação de Carreira com reajuste salarial. Logo mais, às 14h, haverá Assembleia Geral Nacional (AGN) para definir os próximos passos. Confira links para inscrição e acesso à AGN virtual: Sala 1 https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZYsf-CoqD8iG9Ydw4oB3_JRh53AdGL8egJr Sala 2 https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZIkfuqppzMqHNNXtoTATzICVl_NTYutn37V O indicativo do SINAL, do SinTBacen e da ANBCB é pela continuidade da greve, haja vista, até o momento, não termos uma definição sobre a pauta reivindicatória dos servidores da Autarquia. Sem a manutenção de ações contundentes, que pressionem a Diretoria do BC e o governo federal,


PIX: em entrevista, presidente do SINAL destaca corpo funcional do BC

A “paternidade” do PIX é um dos temas que, certamente, estarão no centro da disputa político-eleitoral deste ano. Inclusive, o Planalto e aliados já começam a enfatizar com mais frequência o feito, conforme se aproxima o pleito de outubro. Neste sentido, o portal de notícias UOL produziu reportagem em que investiga as origens da ferramenta. Em entrevista ao veículo, o presidente do SINAL, Fábio Faiad, destacou o protagonismo dos servidores do Banco Central do Brasil no desenvolvimento do sistema de pagamentos, ressaltando seu caráter apartidário, sua abnegação e qualificação. “Servidores de Estado – não de governo – trabalharam noite e


Edição 79 – 9/5/2022

Vamos debater a mobilização em curso? Participe da AGN não deliberativa logo mais, às 14h

Os servidores do Banco Central do Brasil seguem em greve pela Reestruturação da Carreira e o reajuste remuneratório. Logo mais, às 14h, haverá Assembleia Geral Nacional (AGN) não deliberativa, para debate da mobilização da categoria. Confira link para acesso e participe, apresentando suas dúvidas e sugestões. https://us02web.zoom.us/j/83237991067?pwd=T3V0aFUxci8wdnZKaDUzS1U5b3V1UT09 (ID da reunião: 832 3799 1067 – Senha: 497546) E esta terça-feira, 10 de maio, será dia de indicarmos os próximos passos da luta, em AGN deliberativa, a partir das 14h. Na edição de amanhã do Apito Brasil divulgaremos os links para acesso à Assembleia virtual. Queremos saber O movimento reivindicatório será tema


PEC 63/2013: Alô, Parlamentar!

Tramita no Senado Federal a Proposta de Emenda à Constituição 63/2013, conhecida como “PEC dos quinquênios”, que reinstitui a “parcela mensal de valorização por tempo de exercício”. Em parceria com o SinTBacen e a ANBCB, o SINAL produziu uma emenda (veja aqui) ao texto da matéria, que foi apresentada pelo senador Rogério Carvalho (PT/SE), com o objetivo de assegurar aos servidores do Banco Central o direito à parcela. A inclusão do corpo funcional da Autarquia na referida PEC é importante, dentre outros pontos, para evitar o agravamento de assimetrias remuneratórias com carreiras congêneres. Para que a Emenda seja registrada e


Edição 78 – 6/5/2022

E o Roberto Campos Neto?

E o Roberto Campos Neto? Essa é uma pergunta recorrente entre o corpo funcional do BC, em especial a partir do início da atual mobilização, que volta à tona, após a circulação de um vídeo (veja aqui) em que o secretário especial da Receita Federal do Brasil, Júlio Cesar Vieira Gomes, fala aos servidores – depois de encontro com o presidente da República – que será assinado o decreto sobre a regulamentação do bônus do Fisco. E no caso dos servidores do Banco Central, como estão as tratativas acerca das reivindicações pela Reestruturação de Carreira e o reajuste remuneratório? O


IN que estabelece retorno ao trabalho presencial não deve afetar servidores do BC

Foi publicada na edição de hoje, 6 de maio, do Diário Oficial da União a Instrução Normativa (IN) 36/2022, da Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal (SGP), do Ministério da Economia. O dispositivo estabelece o retorno ao trabalho em modo presencial dos servidores e empregados públicos da Administração Federal. No caso do Banco Central do Brasil, não deve haver mudanças em relação à rotina laboral, em virtude do Programa de Gestão e Desempenho (PGD). O Artigo 2° da IN 36 versa que “os órgãos e entidades integrantes do SIPEC poderão utilizar o Programa de Gestão, nos termos da Instrução


Edição 77 – 5/5/2022

Em protesto no BC, servidores reivindicam Reestruturação de Carreira e reajuste

Centenas de servidores do Banco Central do Brasil compareceram à sede da Autarquia em Brasília para um ato de protesto, em defesa da Reestruturação de Carreira com reajuste salarial, no fim da tarde desta quarta-feira, 4 de maio. A atividade, que ocorreu na data de encerramento de mais uma reunião do Copom, teve transmissão virtual ao vivo e boa audiência do corpo funcional espalhado pelas demais praças. A manifestação contou também com a participação, presencial e virtual, de parlamentares. Em seu discurso, o deputado Professor Israel Batista (PSB/DF), falou sobre o histórico de mobilização da Frente Parlamentar Mista em Defesa


Edição 76 – 4/5/2022

Hoje é dia de protesto em frente ao edifício-sede do BC em Brasília; greve segue

Os servidores do Banco Central de todo o país seguem em greve por tempo indeterminado. E hoje, 4 de maio, é dia de protestar em frente ao edifício-sede da Autarquia, em Brasília, pela valorização do corpo funcional. A manifestação começará às 17h. O SINAL convoca você, servidor que está na capital federal, a reforçar o ato de protesto. Os servidores das demais praças poderão acompanhar a atividade, ao vivo, por meio da página do Sindicato no YouTube (youtube.com/apitotv). Atendendo solicitação da Assembleia Geral Nacional, o Sindicato ampliou os contatos com os parlamentares no Congresso Nacional. Como resultado disso, alguns deputados,


<< Anterior | 1234567 89101112131415161718 | Próxima >>